Menu Mobile LOJA ONLINE
Loja online Facebook Newsletter

Dicas para peles oleosas

Em Feb 24, 2015 4:33:04 PM


Pessoas com a pele oleosa passam por diversos problemas ao longo do dia. Cravos, espinhas, brilho excessivo, poros abertos e evidentes são alguns deles. Fique por dentro dos cuidados e do que você precisa ter para controlar a oleosidade e ter uma pele mais saudável.

Image title

Hidratação: Pele oleosa não é sinônimo de pele hidratada. Ela pode ressecar e ficar mais suscetível a infecções e irritações. Quem tem a pele oleosa também deve hidratar, preferindo produtos em gel e sem óleo em sua composição. Existem hidratantes próprios para esse tipo de pele que além de hidratar ajudam a diminuir a oleosidade e o brilho. 

Limpeza: Lavar o rosto várias vezes ao dia, não ajuda a diminuir a oleosidade, só diminui se for feito com sabonete adequado e no máximo duas vezes por dia. Lavar várias vezes acaba ressecando a pele, e como efeito rebote aumenta a produção de sebo na tentativa do organismo proteger a pele que ressecou. Acne: A pele oleosa tem uma produção elevada de sebo, que acaba acumulando e obstruindo os poros. O resultado é a proliferação de bactérias causadoras da acne e poros abertos. Ainda há outros fatores que podem deixar os poros evidentes, como ressecamento, acúmulo de células mortas e a perda de colágeno e elastina 

Maquiagem: Usar maquiagens pode aumentar a oleosidade, no entanto existem diversos produtos que são indicados para esse problema. Algumas maquiagens têm ingredientes que até contribuem para o controle da oleosidade. 

Vários fatores podem tornar a pele mais ou menos oleosa, desde clima e idade até alterações hormonais. Por isso é importante consultar um dermatologista periodicamente. Parte das pessoas tem redução da oleosidade após a adolescência, mas muitas persistem com o problema e devem continuar usando produtos e tendo cuidados específicos. A verdade é que cada pessoa é um caso. Durante a gravidez por exemplo a oleosidade pode piorar ou melhorar. Após a menopausa pode haver redução, por alterações hormonais. Alguns anticoncepcionais também podem ajudar na redução da oleosidade, mas deve ser escolhido junto a um ginecologista pois a escolha errada pode piorar o problema.